Você sabe como separar o lixo? Veja nosso guia.

O tema abordado neste texto, se torna cada vez mais importante: a coleta seletiva de lixo. É muito importante termos consciência disto, pois toneladas de lixo são produzidos diariamente e sem o destino correto, acabam poluindo a natureza, a água, todo ambiente em que vivemos, causando inúmeros problemas e degradando os recursos naturais.

Em locais públicos é comum vermos lixeiras separadas para lixo seco e lixo orgânico, lixeiras de cores diferentes para cada tipo de lixo. A questão é: você sabe identificar com clareza onde jogar cada tipo de lixo ou mesmo em sua empresa, você já faz essa divisão?

Entenda as cores e saiba onde descartar diferentes matérias:

Azul: papel, papelão, jornais, folhetos, caixas de papelão, revistas e demais embalagens feitas de papel;

Não jogue: adesivos, etiquetas, fotografias, papel carbono, papéis plastificados ou metalizados; Vermelho: plásticos, garrafas PET, sacos plásticos, embalagens e sacolas de supermercados ou lojas; Verde: vidros;

Não jogue: espelhos, cristais, lâmpadas, cerâmicas e porcelanas; Amarelo: metal, latas de alumínio, de aço, tampas, cobre, alumínio, pregos, etc;

Não jogue: latas de tinta/verniz, latas de produtos tóxicos (como embalagens de aerossóis) e esponjas de aço;

Dica bônus: ao jogar os resíduos na lixeira correta, certifique-se de que ele está limpo, por exemplo: se for jogar uma embalagem plástica de comida, jogue os restos de alimentos no lixo orgânico e em seguida jogue a embalagem no lixo reciclável ou seco.

Preto: madeiras, envernizadas, tratadas ou não; mas geralmente vemos também sendo utilizado para resíduo orgânico;

Laranja: resíduos perigosos como pilhas, lâmpadas, baterias; Branco: resíduos ambulatoriais e de serviço de saúde; com o emblema de resíduo infectante; Marrom: resíduos orgânicos, restos de alimentos; Cinza: resíduos não recicláveis, misturados ou contaminados. Basicamente o que não se encaixa nas categorias acima, como: cerâmicas, papel higiênico, fraldas descartáveis, esponjas de aço, papel carbono, embalagens metalizadas, espelhos, caixas de leite e aerossóis.

Dica bônus: ao jogar fora resíduos de vidros quebrados, como uma garrafa por exemplo, certifique-se de enrolar em um jornal ou papel antes de colocar na sacola, isso evita acidentes e facilita o manuseio.

Essas cores são geralmente específicas da reciclagem, o que encontramos no dia a dia são lixeiras e sacos de lixo com menos opções de cores. Mas que facilitam muito e não deixam de ser importantes para uma reciclagem eficaz. Você já deve ter visto um conjunto com 3 lixeiras, 1 preta, 1 azul (ou verde) e 1 cinza, correto?

Aqui na PhD, nós trabalhamos com o modelo de 4 cores (azul, vermelho, amarelo e verde) super prático que pode ser facilmente instalada em sua empresa ou residência. Entre em contato e solicite um orçamento.

E então, animado para aplicar essas mudanças no seu estabelecimento ou residência?

#coletadelixo #coletaseletiva #lixeiras #sacosdelixo #meioambiente #lixoreciclável

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags